Ações

Workshops e Seminarios

Local: Auditório da Escola de Ciências

Data: 02 JUN 2017

Hora: 14:30h

Workshop Empresas Familiares: Enfrentar os Desafios, Assegurar a Continuidade

Workshop Empresas Familiares: Enfrentar os Desafios, Assegurar a Continuidade

A saúde das empresas familiares é um excelente barómetro da economia de um país: são a principal fonte de emprego e produção de riqueza.

As empresas familiares são a principal fonte de emprego e produção de riqueza de uma nação. Conhecê-las permite diagnosticar a saúde da economia do país e a sua evolução futura.

Os negócios de índole familiar possuem um forte impacto na economia de uma localidade e, consequentemente, nacional e internacional, potenciando ainda a fixação das pessoas em zonas geográficas menos atrativas.

Com o objetivo de conhecer as particularidades destas empresas, realizou-se o Workshop Empresas Familiares: Enfrentar os Desafios, Assegurar a Continuidade, na Régua, no passado dia 2 de junho, pelas 14h30, no Museu do Douro.

Neste evento foi apresentado o projeto “Roadmap para Empresas Familiares Portuguesas” (roadmapef.ics.uminho.pt) pela investigadora responsável Ana Paula Marques, professora no departamento de Sociologia da Universidade do Minho e investigadora integrada do Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais – Polo Universidade do Minho (CICS.NOVA/ CICS-UMinho). Foi aqui explicitado o principal objetivo deste projeto que consiste em produzir conhecimento sobre o papel destas empresas na economia local, nacional e internacional. Foram, também, apresentadas as quatro principais ações do projeto, onde estão incluídas a criação do site do projeto, com informações acessíveis relacionadas com a temática, e este ciclo de oito workshops destinado à divulgação dos principais resultados obtidos no âmbito do projeto e ao envolvimento e dinamização das empresas familiares nas iniciativas planeadas.

Foi também dinamizada uma mesa redonda pelo consultor António Nogueira da Costa, representante da empresa efConsulting, com empresários familiares locais. Fizeram parte deste painel Francisco Spartley Ferreira, administrador da Quinta do Vallado, Pedro Pintão, diretor comercial dos Vinhos Manoel D. Poças Júnior e João Azeredo, mestre procurador da Confraria dos Vinhos do Douro.

 

No fim da sessão foi servido um Porto de Honra, onde os convidados e a plateia continuaram o debate de forma mais informal, partilhando experiências e contactos.

 

Iniciar sessão

Ainda não está registado no nosso portal?

Registo no Portal

Recuperar Palavra-chave

Para recuperar a sua Palavra-chave, insira o e-mail que colocou no registo. Será enviada uma mensagem com os seus dados de acesso.

Subscrever newsletter

Receba toda a nossa informação

Depois de subscrever terá de validar o seu email para completar a sua subscrição.